Redes sociais

quinta-feira, 23 de abril de 2009

HOMENAGEM A ZÉ CATOTA

Ao mestre Zé Catota

Mês de abril foi um mês que abriu tristeza
Para o Berço Imortal da Poesia:
Deus levou Zé Catota, quem diria?
O improviso ficou sem realeza...

Como homem mostrou sua grandeza
Nos poemas, nos versos que fazia.
Grande mestre imortal da cantoria
Que cantou e encantou a natureza.

Nosso Zé permanece sempre vivo,
Pois a dor para nós não é motivo...
É assim que essa vida se completa

Acho até que Deus vendo Zé agora
Disse assim: “Eita Zé, chegou a hora.
Vem pra cá me ensinar a ser poeta!”

Poeta Felipe Júnior

0 Comentários:

Postar um comentário

GOSTOU DA POSTAGEM? DEIXE O SEU COMENTÁRIO.