Redes sociais

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

HOMENAGEM AOS FINADOS por Pedro Fernandes


DIA DE FINADOS


Mal havia o sol nascido
Vem o coveiro abre a porta
É seu jardim, sua horta
Cada palmo é conhecido
Tinha pintado, varrido
Essa lixeira de gente
Por cima tão reluzente
Mas por baixo putrefata
Tanto faz um magnata
Como um ser pobre indigente.

Eu fui visitar a cova
Onde sepultaram pai
Um pingo de vela cai
No pé da cruz semi nova
As flores servem de prova
De quem lhe tinha amizade
Sentei-me no pé da grade
Ouvia o povo rezando
Meus olhos iam minando
Duas lágrimas de saudade.

Vi uma mãe que chorava
Encostada num jazigo
Na mão um retrato antigo
Do filho que tanto amava
A cada olhada que dava
Um soluço escapulia
O seu olhar traduzia
Saudade, dor, sofrimento
Seu véu tremulava ao vento
Como quem se despedia.

Um cruzeiro de granito
No centro do campo santo
Uma viúva com um manto
Reza um pai nosso contrito
Outra puxando um bendito
Cobre a cabeça um véu
Os homens tiram o chapéu
Em respeito ao ambiente
O sol passa indiferente
Na passarela do céu.

Um viúvo ajoelhado
Escorado numa cruz
“fumo” no bolso conduz
Revela o luto guardado
Olha a cruz resignado
Se ver que por dentro chora
Mascara o pranto por fora
Reza a oração final
Conclui no pelo sinal
Se levanta e vai embora.

Com três anos de idade
Criança brinca, contente
Sua atitude inocente
Nos braços da orfandade
Sem noção da eternidade
Diz: mamãe foi viajar
Esperando ela voltar
Pensa que a mãe se esconde
Lhe chama, ela não responde
Saudosa põem-se a chorar.

Era um dia de finados
Visitas ao cemitério
O chão que guarda mistério
Onde corpos transformados
Os ossos são misturados
Fêmur, ilíaco, patelas
Escápula, ulnas, costelas
Tíbias, falanges, perônios
Vértebras e diversos crânios
Quem seriam donos delas?

É neste ambiente hostil
Fúnebre, sombrio e triste
Só flor de saudade existe
Ao seu redor reuniu
Quem a mesma dor sentiu
Em níveis tão variados
Pais, mães, filhos amados,
Irmãos, esposas, maridos
juntos choram comovidos
Hoje é dia de finados.

Pedro Fernandes de Araújo.

0 Comentários:

Postar um comentário

GOSTOU DA POSTAGEM? DEIXE O SEU COMENTÁRIO.