Redes sociais

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

POESIA DE JANSEN FILHO

MADRUGADA EM MEU JARDIM

Um divino clarão vem do nascente
E sobre o meu jardim calmo resvala!
Na graça deste quadro reluzente,
A aragem fria os meus rosais embala!

Tudo desperta misteriosamente!
E a luz cresce e se expande em doce escala,
Avivando o Iençol resplandescente
Da brancura dos lírios cor de opala!

E o sol, doirando as franjas do horizonte,
Celebra a missa do romper da aurora
Na doce Eucaristia do levante!

Da passarada escuta-se o clarim !
E a madrugada estende-se sonora,
Na aleluia de luz do meu jardim !

Jansen Filho

4 Comentários:

  1. Martinho Alves de Andrade14 de maio de 2010 07:39

    Estou feliz por encontrar quem admire Jansen Filho e aprecie a sua poesia. Parabéns por isso.

    ResponderExcluir
  2. Há muitos, mas muitos anos atrás, li uma poesia de Jansen Filho que falava:
    _ Mamãe vc se recorda de quando eu era criança e saia na rua a procura de um brinquedo?
    Você sempre me dizia:
    _ O mais tardar dez e meia você tem que estar em casa..........
    É o que me lembro. Gostaria de tê-la toda.
    Obrigada
    Célia Ruiz(celiafruiz@terra.com.br)

    ResponderExcluir
  3. tive a oportunidade de ler parte de um livro de jansen filho, e achei maravilhoso o conteudo deste livro. se alguem souber de quem tem ou onde tem entre em contato comigo pois gostaria muito de comprar um exemplar. "uma vida vivida em poesia" josemar.gomes@hotmail.com obrigado! josemar

    ResponderExcluir
  4. Está faltando uma pagína na Internet com os poemas de Jansen Filho

    ResponderExcluir

GOSTOU DA POSTAGEM? DEIXE O SEU COMENTÁRIO.